Senac debate competências e desafios dos jovens no mundo trabalho

Mídia Pública | Além do Texto

O Senac Ceará realiza de 25 a 28 de abril, A Semana do Jovem Trabalhador 2022, que tem o objetivo de desenvolver um encontro regional dos aprendizes do Programa de Aprendizagem do Ceará, ressaltando a importância do jovem no mundo do trabalho. A iniciativa é uma comemoração ao dia 24 de abril, Dia Internacional do Jovem Trabalhador, instituída pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

A ação ocorre de forma presencial e híbrida, com participação estimada de 1.200 aprendizes de todas as unidades do Senac, que desenvolvem turmas de Aprendizagem nos munícipios de Fortaleza, Aquiraz, Crato, Juazeiro, Iguatu, Itapipoca, Sobral, Quixeramobim, Tianguá e Quixadá.

A Semana do Jovem Trabalhador conta com ações em cada unidade, desenvolvendo temas como o papel do jovem no mundo do trabalho, lei da aprendizagem, aprendiz empreendedor e educação financeira, além de programação transmitida pelo YouTube, com workshop, jogos interativos, apresentações culturais, momento com empresas e aprendizes egressos.

Durante a abertura do evento, a Diretora Regional do Senac Ceará, Ana Cláudia Martins, destacou que a Semana do Jovem Trabalhador é uma oportunidade para trocar experiências, sendo um momento rico para interagir. “Nós que fazemos o Senac temos como premissa um slogan: transformar vidas, e através dessa transformação estamos sempre olhando em primeiro lugar para nossos alunos, percebendo qual caminho vocês querem percorrer, e nós, enquanto instituição de educação profissional, precisamos estar atentos”, pontou.

Para Guilherme Rodrigues, aluno da turma de Aprendizagem em Serviços Administrativos, é muito engrandecedor participar Semana do Jovem Trabalhador, principalmente pela oportunidade de troca e de aprendizado garantido com a programação ofertada pelo evento. “É muito rico em conteúdo e em aprendizado, e sei que cada um que participa, pode aprender alguma coisa e levar para casa. Então é muito gratificante ter esse momento que foi proporcionado para a gente”, destacou.

Também participaram o Diretor de Educação Profissional do Senac, Gustavo Guimarães; o Superintendente do Trabalho e conselheiro do Senac Ceará, Fábio zech e a procuradora do Trabalho e coordenadora nacional de combate à exploração do trabalho infantil, Ana Maria Villa Real.

Mídia Pública | Além do Texto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.