Produção de cigarros pelo mundo gera mais de 80 milhões de toneladas de CO2

Mídia Pública | Além do Texto

A Organização Mundial da Saúde e a ONG Stop, que trabalha para expor práticas destrutivas da indústria do tabaco, uniram forças para alertar a população mundial sobre como o meio ambiente sofre com a produção de cigarro e similares.

Elas divulgaram um relatório conjunto mostrando que 22 bilhões de toneladas de água são utilizadas na produção de tabaco em todo o mundo. O volume é equivalente ao de 8,8 milhões de piscinas olímpicas.

Apenas alguns cigarros por dia são suficientes para aumentar os riscos Unsplash/Fotografierende | Apenas alguns cigarros por dia são suficientes para aumentar os riscos

Poluição do ar

Os impactos para o meio ambiente não param por aí: são 32 milhões de toneladas de folhas de tabaco, por ano, para produzir 6 trilhões de cigarros. Este volume de produção gera mais de 80 milhões de toneladas de dióxido de carbono, CO2.

Na quinta-feira, 12 de maio, OMS e Stop promoveram um debate online sobre o tema. A diretora de Meio Ambiente e Saúde Pública da OMS, Maria Neira, apelou à população mundial para parar de poluir o planeta de várias maneiras incluindo por cigarro.

Entre os dez itens mais encontrados nas praias brasileiras estão restos de cigarro, tampas de garrafa, canudos, garrafas plásticas e sacolas plásticas. Foto UNEP/Shawn Heinrichs | Entre os dez itens mais encontrados nas praias brasileiras estão restos de cigarro, tampas de garrafa, canudos, garrafas plásticas e sacolas plásticas.

Fim do consumo e produção

Maria Neira explicou que um quarto da taxa de mortalidade no mundo poderia ser evitado se as pessoas parassem de destruir o meio ambiente. Ela defendeu ainda o fim do consumo e da produção do tabaco.

Segundo OMS e ONG Stop, os fumantes acabam por descartar todos os anos cerca de 4,5 trilhões de pontas de cigarro nas ruas e nas praias.

Os produtos químicos contidos nas bitucas liberam toxinas suficientes para matar 50% dos peixes de água salgada ou doce se ficarem expostos a essa água por 96 horas.

O relatório menciona ainda produtos como cigarros eletrônicos e tabaco aquecido, que causam “um novo conjunto de problemas, como lixo eletrônico”

O alerta sobre os danos da produção e do consumo de cigarros está sendo feito em antecipação ao Dia Mundial de Combate ao Tabaco, marcado todos os anos em 31 de maio.

Fonte: Reuters | Foto: Divulgação.

Mídia Pública | Além do Texto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.