IR 2022: Receita prorroga prazo de entrega da declaração; confira as datas

Mídia Pública | Além do Texto

O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2022 se encerra no dia 31 de maio e, de acordo com a Receita Federal, até às 9h desta terça-feira (5), 11.260.283 declarações foram recepcionadas em todo o País.

No Ceará, 283.771 contribuintes já enviaram o documento.  A estimativa da Receita é de que 650 mil declarações sejam entregues no estado. Em todo o Brasil, o número deve chegar a 34,1 milhões.

O contribuinte que perder o prazo para envio ou não apresentar a declaração do Imposto de Renda 2022 terá que pagar multa. Os valores são calculados conforme a existência ou não de imposto devido e variam de R$ 165,74 a máxima de 20% do imposto devido.

Quem precisa declarar o Imposto de Renda

Residentes no Brasil:

  • Rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70; rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte acima de R$ 40 mil;
  • Ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeitos à incidência do imposto;
  • Isenção de imposto sobre ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguido de aquisição de outro imóvel residencial no prazo de 180 dias;
  • Operações em bolsa de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Posse ou propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, acima de R$ 300 mil (31 de dezembro de 2021);
  • Receita bruta na atividade rural de tributáveis acima de R$ 142.798,50;
  • Quer compensar, em 2021 ou anos seguintes, prejuízos da atividade rutal de 2021 ou anos anteriores;
  • Passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro

Qual o prazo final para entrega do IR 2022?

O prazo final para a entrega do IR 2022 é em 31 de maio.

Qual o calendário de restituição do IR 2022?

As restituições do Imposto de Renda 2022 serão pagas pela Receita em cinco lotes, a partir de maio. Vale lembrar que o prazo para a declarar o IR 2022 começa  em 7 de março e vai até 31 de maio. Veja abaixo o calendário de restituições:

  • 1º lote: 31 de maio
  • 2º lote: 30 de junho
  • 3º lote: 29 de julho
  • 4º lote: 31 de agosto
  • 5º lote: 30 de setembro

Fonte: Diário do Nordeste | Foto: Divulgação

Mídia Pública | Além do Texto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.