Governo do Ceará anuncia construção do Centro Cultural Chico Anysio

Mídia Pública | Além do Texto

Os maranguapenses testemunharam, na noite desta quarta-feira (23), a assinatura do decreto para a desapropriação do terreno onde serão implantados o Centro Cultural Chico Anysio e o Parque da Cidade. De iniciativa do Governo do Ceará, a ação aconteceu na data que marcou os dez anos da morte do gênio do humor e da comunicação brasileira, que nasceu em 12 de abril de 1931, em Maranguape, com o nome Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho (Chico Anysio).

A solenidade contou com a presença do governador Camilo Santana, acompanhado da vice-governadora Izolda Cela e de outras autoridades. No terreno, está localizada a casa que era do pai de Chico Anysio, localizada no bairro Parque das Rosas. O humorista e os irmãos moraram no local até os sete anos dele.

O governador afirmou que o equipamento será um dos mais bonitos do Ceará. “O maior patrimônio aqui é a casa onde o Chico Anysio morou. Nós vamos fazer aqui um Centro Cultural e, toda essa área verde, vamos desapropriar para fazer um grande parque, para atrair pessoas do Brasil inteiro para conhecer a história do Chico Anysio, que foi e ainda é o maior e humorista da história deste País. Nós precisamos guardar a sua memória aqui em Maranguape”, reforçou Camilo Santana, informando que o projeto será articulado pela Secult Ceará em diálogo com a Prefeitura Municipal.

“Tem tudo pra ser muito atrativa pela força do nome e da arte dele. Então, é possível mesmo que aqui aconteçam muitas programações e eventos, possibilidades de formação, atraindo gente do do País inteiro. E a beleza de Maranguape pode fazer uma conexão muito bacana de dois tipos de turismo, o cultural e o de natureza”, destacou a vice-governadora Izolda Cela.

Também compareceram à solenidade o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitão; os secretários Fabiano Piuba, da Cultura do Ceará, e Marcos Cals, das Cidades; o presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Neuri Freitas; o prefeito de Maranguape, Átila Câmara; e outras autoridades, entre deputados estaduais e federais, além de lideranças locais.

Berço do humor

Chico deixou Maranguape ainda menino para apresentar aos Brasil os seus múltiplos talentos, incluindo a habilidade de criar mais de 200 personagens. O humorista cearense, que estreou na Rádio Guanabara aos 17 anos, também foi ator, comentarista, compositor, apresentador, diretor de cinema, escritor, pintor, radialista e roteirista.

Alguns dos personagens interpretados pelo artista ficaram marcados na história da televisão brasileira, tendo jargões e reflexões utilizados até hoje, como o professor Raimundo, da Escolinha, que não desistia do ofício de educar uma turma cheia de espertezas, apesar de receber bem pouco para isso. A Escolinha, para os comediantes, também foi um espaço de formação.

Nesse sentido, o complexo cultural será um lugar de, além do encontro da arte com a alegria, de formação, para honrar o legado de Chico Anysio, que era um defensor do humor sem elitismo, mantendo a sutileza e simplicidade para ser compreendido por todos. O espaço também fomentará o turismo ambiental.

“O Chico divulgou o nome de Maranguape por 20 anos em horário nobre. Ele sempre falou da cidade com muito carinho. Eu tenho certeza que esse Centro Cultural vai estar à altura e da grandeza e da importância que ele sempre teve para o Brasil, para o Ceará e Maranguape, afirmou o prefeito Átila Câmara, ressaltando que, antes da pandemia da covid-19, a casa já recebia anualmente cerca de quatro mil visitantes.

Para o maranguapense Francisco Ernandes Xavier de Lima, a iniciativa fortalece as potencialidades culturais do município. “Muito nos honra. Onde a gente chega, escuta dizer que somos da terra de Chico Anysio. [Com o Centro Cultural] O maranguapense só tem a ganhar porque vai envolver mais os artistas da terra. Aqui é uma cidade de muitos artistas”, comemora.

O humorista Jader Soares, que é diretor do Teatro Chico Anysio e do Teatro do Humor Cearense, equipamentos localizados em Fortaleza, fez questão de prestigiar o momento. “Quero parabenizar a iniciativa o Governo do Ceará porque Maranguape precisa de uma coisa mais parecida com a grandiosidade do Chico”, avalia Jarder, que era amigo do mestre do humor.

Mais investimento

Na oportunidade, também foi assinada a ordem de serviço para o início dos serviços de remanejamento da adutora de água tratada da localidade de Penedo. “Água tratada de qualidade. Um investimento de R$ 7 milhões”, detalhou o governador.

Fonte: Governo do Estado | Foto: Tatiana Fortes

Mídia Pública | Além do Texto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.