Comitê de elegibilidade da Caixa aprova Daniella Marques para presidência do banco

Mídia Pública | Além do Texto

A economista Daniella Marques teve o nome aprovado nesta sexta-feira (1) pelo Comitê de Elegibilidade da Caixa Econômica Federal e assinou o termo de posse como presidente da instituição.

Na tarde da próxima terça-feira (4), o Palácio do Planalto promoverá uma cerimônia para marcar a posse da nova dirigente do banco.

Ex-secretária de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economiaela substituirá no posto Pedro Guimarães, que se demitiu na quarta-feira (29) devido a denúncias de assédio sexual de funcionárias do banco. O caso é investigado pelo Ministério Público Federal e pelo Ministério Público do Trabalho. Guimarães nega as acusações.

Daniella Marques está no governo Bolsonaro desde o início do governo. Começou como chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos, em janeiro de 2019, e era uma das assessoras de confiança do ministro Paulo Guedes, da Economia.

A nova presidente da Caixa atuou no mercado financeiro, na área de gestão independente de fundos de investimentos, acompanhado o ministro Guedes. Foi sócia dele na Bozano Investimentos, onde atuou como Diretora de Compliance e Operações e Financeiras (COO e CFO).

Ela ainda tem formação de administradora de Empresas pela PUC-RJ, com MBA em Finanças pelo Ibmec. Também foi diretora-executiva da Oren Investimentos e, na Mercatto Investimentos, diretora de Risco e Compliance, Sócia e Gestora de Renda Variável.

Fonte: G1 | Foto: Divulgação.

Mídia Pública | Além do Texto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.